Home / Notícias / Atenção: Banco de Sangue de SCS precisa de doadores

 


Atenção Banco de Sangue de SCS precisa de doadores
O banco de sangue da cidade está em situação crítica. No inverno, o número de doações cai significativamente. Dentro da campanha Junho Vermelho, que visa incentivar a prática, os moradores que têm a intenção de salvar vidas podem se dirigir ao Núcleo Regional de Hemoterapia Dr. Aguinaldo Quaresma (Rua Peri, 316, Bairro Santa Paula), mantido pela Associação Beneficente de Coleta de Sangue (Colsan), em parceria com a Secretaria de Saúde da Prefeitura.

A coleta é realizada de segunda a sábado, das 8h às 12h. Mais informações por meio do telefone 4227-1083 ou do e-mail captacaosaocaetano@colsan.org.br

Em São Caetano, a média é de 500 transfusões de sangue por mês. Atualmente, a Colsan recebe de 10 a 15 doadores por dia. A meta é alcançar até o mínimo de 40. Nessa época, cresce o número de acidentes e de entrada de pacientes em estado grave nos prontos-socorros do Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin e do Hospital Infantil e Maternidade Márcia Braido.

*Para doar sangue você deve:
– Portar documento oficial de identidade com foto (RG, carteiras profissional ou de habilitação);
– Ter entre 16 e 69 anos de idade, sendo que a primeira doação deve ter sido feita até 60 anos;
– Pesar acima de 50 Kg;
– Estar em boas condições de saúde;
– Estar alimentado, porém evitar refeições pesadas (gordurosas).

Antes do ato, o interessado deverá passar por um processo de triagem que consiste em alguns exames e uma entrevista. Homens podem doar a cada dois meses, até no máximo quatro vezes no período de 12 meses. Mulheres podem doar a cada três meses, até no máximo três vezes no período de 12 meses.

Os doadores menores de 18 anos, acompanhados pelo responsável legal, devem levar cópia do documento de identidade de ambos e preencher autorização no momento da doação, ou, se desacompanhados, levar cópias dos documentos de identidade e de autorização para doação com firma reconhecida em cartório (pode ser retirado no posto de coleta ou no site www.colsan.org.br).

Para doar sangue você não deve:
– Ter risco acrescido para doenças transmissíveis pelo sangue (usuários de drogas injetáveis e inalatórias, prática de sexo não seguro, vários parceiros sexuais ou ser parceiro sexual de portadores de Aids ou Hepatite).

No Brasil, os doadores correspondem a apenas 1,9% da população, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que 3% a 5% dos habitantes de um país sejam doadores. A situação se agrava no inverno, quando é esperada uma redução no número de doações em cerca de 30%.


Fonte: PMSCS