Home / Notícias / Banco de Sangue de São Caetano precisa de Doadores

 


doe-sangue
Doar sangue é um gesto simples e que salva muitas vidas. Por essa razão, o Núcleo Regional de Hemoterapia Dr Aguinaldo Quaresma reitera o pedido para que doadores compareçam à Rua Peri, 361, Bairro Santa Paula, de segunda a sábado, das 8h às 12h, com urgência.

Todos os tipos sanguíneos são bem vindos, porém o estoque está em situação crítica para os Rh negativos (A-, B-, AB- e O-).

De acordo com a Associação Beneficente de Coleta de Sangue (Colsan), mantenedora do Núcleo, o ideal para suprir a necessidade é de 40 doações por dia.

Para mais informações, o telefone do Núcleo Regional de Hemoterapia Dr. Aguinaldo Quaresma é 4227-1083.

QUEM PODE DOAR?
Para doar, é preciso ter idade entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar em boas condições de saúde e bem alimentado – evitar refeição gordurosa nas três horas que antecedem a coleta -, e apresentar documento oficial com foto.

Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis legais e apresentar cópia do documento de identidade dos adultos.

Caso estejam desacompanhados, além dos documentos com foto, é preciso apresentar autorização para doação com firma reconhecida em cartório, que pode ser retirada no posto de coleta ou no site colsan.org.br.

Homens podem doar a cada dois meses, até, no máximo, quatro vezes no período de um ano. Mulheres podem doar a cada três meses, até, no máximo, três vezes no período de um ano.

QUEM NÃO PODE DOAR?
Segundo o Ministério da Saúde, estão definitivamente impedidas de doar sangue pessoas que tenham passado por quadro de hepatite após os 11 anos de idade, usuários de drogas ilícitas injetáveis e quem já contraiu malária, hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doença de Chagas ou associadas aos vírus HTLV I e II.

Há restrição temporária para quem está com gripe, resfriado ou febre (sete dias após desaparecer os sintomas), gestantes, mulheres em período pós-parto (90 dias para parto normal e 180 dias para cesárea), mulheres em fase de amamentação (até 12 meses após o parto), pessoas que ingeriram bebidas alcoólicas nas 12 horas que antecedem a doação, pessoas que fizeram tatuagem e/ou piercing nos últimos seis meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação), extração dentária (72 horas), apendicite, hérnia, amigdalectomia e varizes (três meses), transfusão de sangue (um ano), exames/procedimentos endoscópicos (seis meses), vacinação (tempo variável conforme o tipo de imunização recebida) e aqueles que praticaram sexo não seguro ou com vários parceiros.


- Fonte, foto e texto: PMSCS


*COMPARTILHE: