Home / Notícias / Câmara de São Caetano gasta mais de R$ 2 Milhões em Aplicativo e Solução

 


app-camara
O canal São Caetano Digital solicitou informações sobre o custo do Aplicativo (app) “Cidadão na Câmara” e Solução contratada pela Câmara Municipal de São Caetano do Sul (vereadores), onde o valor total será de R$ 2.029.320,00.

Com o custo mensal de R$ 84.555,00 pelo período de 2 anos (24 meses), a Câmara Municipal de São Caetano do Sul contratou um Sistema de Informação e Transparência (Solução) que também inclui o Aplicativo de Internet.

Segundo informações, obtidas através da Lei de Acesso à Informação, a média mensal de acessos do aplicativo é de apenas 160 (dados entre junho/2018 a setembro/2019).

A contratação foi solicitada pela Diretoria de Comunicação Social em setembro de 2017, e os acessos do aplicativo começaram em junho de 2018. A empresa ganhadora da licitação e contratada foi: Inmov Inteligência em Movimento Ltda.

Veja a reportagem que realizamos na época: CLIQUE AQUI

 

Veja abaixo as perguntas e respostas, na íntegra:

- O que é o aplicativo “Cidadão na Câmara”? Qual sua função? Qual seu benefício para a população?
R: O aplicativo “Cidadão na Câmara” é parte de uma solução contratada para integrar o munícipe à Câmara Municipal de São Caetano do Sul. Tem como funções principais: – disponibilizar as proposituras aos cidadãos; – notificar o cidadão quando o vereador que este “segue” realiza algum trabalho; – permitir a interação partindo do vereador ao seu público (os cidadãos que o “seguem”) na forma de formulário para coletar a opinião pública a respeito do tema que o vereador em questão definir; entre outros.

- O que o app ajuda no trabalho da Câmara e dos Vereadores?
R: A solução (em conjunto com o App que é a parte disponibilizada à população) organiza as solicitações originadas no App, em um canal próprio para esse gerenciamento diferentemente de outros canais de comunicação que exigem a organização das solicitações em planilhas para controle do que foi atendido, respondido e do que está pendente. A solução facilita ainda a comunicação do vereador com a população, através de formulários para coletar a opinião como mencionado na resposta anterior, organizando os resultados (respostas dos formulários).

- Qual o valor total que será gasto para o uso de todo sistema e contratação? Está correto o valor citado acima (custo mensal de R$ 84.555,00, pelo prazo de 24 meses)?
R: Está correto.

- Como é divulgado o app para a população?
R: Divulgado através de mídia digital (Facebook/Instagram)

 

*PERGUNTAS SEM RESPOSTAS (até o momento):

- A Câmara já possui um site oficial, onde ao analisarmos, também oferece as mesmas funcionalidades do APP. Qual a diferença do APP para o site?

- Qual foi a data de início e qual a data final (contrato)? E o contrato será renovado (após o término)?

– Qual o custo da publicidade para a divulgação do Aplicativo?

 

app

 

- SAIBA MAIS E LEIA A NOTA OFICIAL DA COMUNICAÇÃO DA CMSCS (agosto/2018): “O objetivo da Câmara Municipal de São Caetano do Sul é organizar e gerenciar os dados e informações relacionadas à cidade, permitindo atuação pontual dos vereadores nos segmentos eventualmente mais defasados, contando com relatórios específicos a medir as demandas diárias. Por esse motivo, a Diretoria de Comunicação Social do Legislativo solicitou, em 17 de novembro de 2017, a contratação para atender este serviço, por meio do processo 7.827/2017.

Neste sentido, o projeto se reveste de características amplas, contando com “Licenciamento de Uso Temporário, Implantação, Treinamento, Manutenção e Suporte de Solução de Relacionamento para a Câmara englobando a Triagem, Consolidação, Enriquecimento e Criação de Prontuário Único Cadastral das Pessoas Físicas e Jurídicas”.

Para efetividade dos trabalhos, conforme se nota no descritivo do objeto, a contratada deverá treinar os servidores dos gabinetes de todos os vereadores, os quais contarão com terminais de manuseio, proporcionando manutenção diária a dezenas de usuários. Por certo, a atuação inteligente, se valendo de sistema seguro e eficiente, proporcionará maior efetividade nos serviços prestados pelo Parlamento.

O gerenciamento dos dados colhidos diariamente será informatizado, com cruzamento e triagem das informações alimentadas pelos gabinetes dos vereadores, contando, inclusive, com a possibilidade de eventual integração automática dos sistemas e dos demais órgãos e departamentos do Poder Executivo

Por sua vez, o projeto contará com interface de comunicação com a população, sendo o aplicativo, apenas um viés do projeto, que servirá inclusive para captar demandas a serem submetidas à triagem inteligente e enriquecerá a base de dados e gerenciamento.

Consequentemente, a sociedade poderá acompanhar on-line os trabalhos desempenhados por cada parlamentar, permitindo a fiscalização dos atos praticados pelo Poder Legislativo, em nítida atuação a fomentar a transparência dos atos públicos, em atendimento aos anseios da sociedade.

Por fim, a contratação foi precedida de ampla concorrência, com publicação nos jornais de grande circulação e participação de três concorrentes, com possibilidade de participação de empresas instaladas em todo o país, sagrando-se vencedora a empresa Inmov Inteligência em Movimento Ltda – o processo contou com acompanhamento integral do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE).

Em contrapartida aos serviços prestados, a Câmara Municipal de São Caetano do Sul arcará com o custo mensal de R$ 84.555,00, pelo prazo de 24 meses.

Câmara Municipal de São Caetano do Sul, 14 de agosto de 2018.”


- Reportagem: Thiago Padial / São Caetano Digital
- Fonte: Lei de Acesso à Informação
- Foto Ilustrativa: Site KIM KOMANDO
- Foto Vereadores: Facebook da Câmara Municipal de São Caetano do Sul


thiago-padial


*COMPARTILHE: