Home / Notícias / Crianças de São Caetano se unem Contra o Aedes Aegypti

 

Crianças de São Caetano se unem Contra o Aedes Aegypti
As crianças da Educação Infantil de São Caetano do Sul estão empenhadas, assim como toda a cidade, no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. As Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e Escolas Municipais Integradas (EMIs) sulsancaetanenses desenvolvem diversas atividades de conscientização para os estudantes e pais sobre o tema, com grande participação da comunidade escolar.

“Nada melhor do que a Educação para tratar este assunto com responsabilidade, multiplicando nas escolas e em todo o município as orientações da Secretaria de Saúde”, destaca Ivone Braido Voltarelli, secretária de Educação de São Caetano. “Nós, educadores, temos uma força muito grande. E, se orientarmos nossas crianças sobre o combate aos criadouros de mosquitos, certamente elas também se tornarão agentes nesta luta.”

Um exemplo deste trabalho importante realizado em São Caetano pode ser visto na EMEI Pedro José Lorenzini, no Bairro Santa Paula. A unidade, que atende 110 crianças de quatro e cinco anos, tem usado a criatividade para tratar do assunto de forma efetiva com os estudantes do Grupo 5, em projeto coordenado pelas professoras Florentina Gil Martinez e Nair Fátima Munhoz. E o resultado está sendo muito expressivo, com participação ativa das crianças e famílias na luta contra o Aedes aegypti.

“As crianças transmitem as informações que aprendem aos pais. O envolvimento tem sido muito bom: os alunos têm fiscalizado em casa se existe algum criadouro do mosquito, verificam locais com água parada. Alguns até usam um distintivo, como se fossem da Patrulha Contra a Dengue”, explica a diretora da escola, Julce Aparecida Lopes Uliana.

As atividades com a temática do combate ao mosquito envolvem diversos eixos de trabalho adotados pela rede municipal de Educação Infantil de São Caetano, como Linguagem Oral e Escrita, Natureza e Sociedade, Matemática, Artes Visuais e Música. E é em clima de brincadeira que as crianças aprendem os sintomas da dengue e as formas de combater os criadouros do mosquito.

Entre as ações desenvolvidas com as crianças está um projeto de pesquisa de criadouros, para ser realizado em casa, com os pais, um álbum de figurinhas com imagens relacionadas à dengue, jogo da memória, músicas e cartazes. “Esses projetos têm começo, meio e fim. As crianças primeiro tomam contato com o tema, depois desenvolvem as pesquisas e trabalhos relacionados e por fim apresentam o resultado aos colegas”, conclui a diretora da EMEI Pedro José Lorenzini.


Fonte: PMSCS