Home / Notícias / Parque Chico Mendes recebe Feira de Cultura Indígena neste fim de semana

 


indigena
Nos próximos sábado e domingo (25 e 26/08), das 9h às 19h, o Espaço Verde Chico Mendes (Av. Fernando Simonsen, 566, Bairro São José), em São Caetano do Sul, vai receber a X Feira de Cultura Indígena, primeiro e maior evento do país com foco na promoção da cultura dos povos ancestrais em meio urbano.

Em sua quarta edição consecutiva no mesmo local, o encontro vai ter canto, dança, debates, rodas de conversa, workshops e oficinas ao ar livre, tudo com entrada gratuita.

A presença das tribos Pankararu, Pankararé, Fulni-ô, Tupi Guarani, Pankará, Pataxó, entre outras, apresentando sua cultura tradicional, propõe tirar essas comunidades da invisibilidade social, por meio do respeito aos seus costumes e valores.

O encontro é parte das comemorações ao Dia Internacional dos Povos Indígenas e do Programa Índios na Cidade, da ONG Opção Brasil, em parceria com a Secretaria de Cultura de São Caetano do Sul, da rede Amigos do Bem e do Liceu Di Thiene.

Oferecendo uma programação diversificada, com a atenção voltada à disseminação do conhecimento acerca dos povos originais, a feira já passou por Campinas, Vale do Paraíba, São Bernardo do Campo e Capital, sempre com sucesso de público.

A nona edição, realizada em março no Espaço Verde Chico Mendes, teve a presença de 130 indígenas provenientes de 25 tribos diferentes, e cerca de 8 mil visitantes. A expectativa da organização é superar a marca. “É o resultado de anos de trabalho junto aos povos que vivem nas cidades, gerando oportunidades aos indígenas e conhecimento à população em geral,” explica Marcos Júlio Aguiar, coordenador do programa Índios na Cidade, da Opção Brasil.

Informações sobre excursões escolares e visitas em grupos podem ser obtidas por telefone: 2759-0390 ou 99729-2151 (whats app).

PROGRAMAÇÃO
No sábado (25/08) e no domingo (26/08):
9h – Abertura da feira
10h – Início das atividades, com canto e dança indígenas
11h – Rodas de diálogo nos estandes
12h – Cantos andinos
14h – Contos indígenas
15h – Oficinas e workshop/ Roda de diálogo sobre a realidade indígena
18h – Canto e dança
19h – Encerramento


- Fonte, foto e texto: PMSCS


COMPARTILHE: