Home / Notícias / Partido NOVO avança na formação de chapa em São Caetano para a Eleição 2020

 


mario-andrea-novo
Com diretório municipal constituído oficialmente em 19/02/2020, em convenção realizada na Câmara Municipal, o Partido NOVO avança na formação de chapa para as eleições de 2020 em São Caetano do Sul, a primeira em que irá participar na cidade.

O pré-candidato a prefeito, que foi anunciado em novembro de 2019, será o empresário Mario Bohm, 56 anos, tendo como pré-candidata a vice-prefeita a também empresária e advogada Andrea Giugliani, 41 anos. Ambos foram aprovados pelo processo seletivo do partido e serão confirmados em convenção.

Segundo Mario Bohm, a escolha da vice foi dele. “No NOVO não temos interesses políticos a serem acomodados. Somos livres para formar um time de resultados, a começar pela vice. Escolhi a Andrea porque conheço a sua capacidade, competência e honestidade. Ela também passou pelo processo seletivo, como eu.”

“No momento estão sendo finalizados os processos seletivos para o legislativo e cerca de 20 postulantes estão sendo avaliados. Já temos dois aprovados, mas nas próximas semanas teremos muitas novidades. Estamos formando um time de alta qualidade para mudar o tom da política na cidade. Ninguém com experiência no mundo político. Seremos renovação total.”, esclarece Mario Bohm.

Questionado sobre eventual coligação na cidade, já que o discurso de muitos partidos é unir a oposição em chapa única para combater a reeleição do atual prefeito José Auricchio Jr, Mário Bohm respondeu que o NOVO não irá se compor.

“Nós teremos propostas que não cabem em nenhum outro partido. Vamos aumentar consideravelmente a eficiência da gestão pública municipal e isso envolverá, entre outras coisas, acabar com todas as mordomias e todos os interesses políticos, que gastam dinheiro público desnecessariamente e aumentam o risco potencial de corrupção. Não há nenhum outro partido que defenda nossos valores em igual medida. Seremos a verdadeira renovação. E além disso, não podemos nos compor com partidos que utilizem dinheiro público de alguma forma e nenhum outro partido se enquadra nisso. Por essas razões, composições não irão acontecer.”


- Fonte / Jornalista Responsável: Camila Camacho – MTB.: 53.622


thiago-padial


*COMPARTILHE: