bairro boa vista são caetano do sul


MAPA (google)


FOTOS ANTIGAS

bairro boa vista árvores

ruas do bairro

fotos antigas boa vista

monumento no bairro


HISTÓRIA

O Bairro Boa Vista passou por processo de formação semelhante ao ocorrido nos outros bairros de São Caetano do Sul, onde as antigas vilas, chácaras e grandes terrenos foram extintos para dar lugar aos lotes urbanos.

A Vila Palmeiras, não mais existente, foi loteada no final da década de 1940, período em que teve início a urbanização do Boa Vista. Essa vila, uma das áreas loteadas mais antigas, também faz parte da formação do Bairro Nova Gerty. Dessa forma, a história do Boa Vista mistura-se com a do Nova Gerty, sendo até mesmo uma sequência urbana dele.

De fato, não só a Vila Palmeiras, mas também outras vilas, como Aurora e Gisela, foram comuns para a formação de ambos os bairros. Na criação do Boa Vista, contudo, ainda se incluem os loteamentos surgidos a partir das vilas Júlia (localizada no meio do bairro, prolongamento da Vila Palmeiras) e Ida (de Ida Vital), dos terrenos das Indústrias Reila e de parte da antiga Vila Santa Maria (dos irmãos Pujols). A Mata da Viúva, que figura na história dos bairros Boa Vista e Nova Gerty, era uma extensa área onde a meninada passava a tarde procurando ossos de animais. O terreno foi loteado e no lugar surgiram as vilas Gisela, Aurora e Júlia.

O nome do bairro deve-se à chácara do alemão Hidat, de grande extensão e localização privilegiada (na parte alta da cidade), que proporcionava boa visão para muitos lugares, sendo bastante frequentada por aqueles que queriam apreciar a boa vista. Na porteira dessa chácara havia, numa placa, a frase Quinta da Boa Vista, que acabou, primeiramente, dando nome à antiga Estrada de Santo André – agora conhecida como Rua Boa Vista – e, posteriormente, ao bairro.

Famílias como os Rodrigueiros eram famosas no bairro pelos serviços de carpintaria. Outras famílias também fazem parte da história local: Fantinatti, Falzarano, Thomé, Monteiro, Garcia, Graciute, Ribeiro e Venturine. Assim como o Nova Gerty, o Boa Vista também presenciou a chegada de migrantes que se fixaram em São Caetano em busca de trabalho.

Até o final da década de 1950, o bairro carecia de infraestrutura básica: calçamento, transporte, redes de água e esgoto. Somente na década seguinte, implantaram-se os primeiros melhoramentos urbanos. Uma das primeiras escolas a atender a comunidade, a EEPG Padre Alexandre Grigolli, encontra-se atualmente no bairro vizinho, o Nova Gerty. A EEPG Professor Décio Machado Gaia, entretanto, nasceu no próprio bairro. Em 1967, o Bairro Boa Vista recebeu a Biblioteca Municipal Esther Mesquita, a primeira construída naquela região e a segunda do município. Até hoje, ela ainda é uma das mais importantes referências da memória local.


Fonte e Fotos Antigas: Fundação Pró Memória de São Caetano do Sul


Share Button