bairro mauá em são caetano do sul


MAPA (google)


FOTOS ANTIGAS

escola alcina dantas feijão antigo

faculdade mauá

trabalhadores fusca no bairro

escola de ecologia

ruas antigas do bairro


HISTÓRIA

O Bairro Mauá, com esse nome, nasceu em virtude do decreto municipal 3064, de 15 de janeiro de 1968, e incorporou a antiga Vila Boqueirão e parte das vilas Gisela e Marlene. O nome Mauá é homenagem à Escola de Engenharia Mauá, transferida para São Caetano do Sul em 1964, época em que foram construídos os três primeiros pavilhões escolares, em área de 100 mil metros quadrados, doada pela municipalidade, na Estrada das Lágrimas, junto ao Rio dos Meninos, divisa com o município de São Bernardo do Campo.

A primeira grande referência do bairro é a Estrada das Lágrimas, uma das primeiras vias de penetração histórica do Grande ABC. Tem início em São Paulo, no Bairro Ipiranga, passa por São Caetano e é interligada com a Avenida Senador Vergueiro, uma das vertentes do antigo Caminho do Mar, no Bairro Rudge Ramos, em São Bernardo. O professor José de Souza Martins, em artigo publicado na revista Raízes nº 5, situa a área do Bairro Mauá, na história de São Caetano do Sul e do Grande ABC, como parte da Fazenda São Caetano, que adquiriu esse nome entre 1717 e 1720.

Em outro momento histórico, parte do atual Bairro Mauá integrou o Núcleo Colonial de São Bernardo, mais especificamente a Linha Colonial dos Meninos, formada a partir de 1886. Entre os imigrantes italianos que adquiriram lotes naquela área estavam as famílias Perin, Lorenzini, Gava, Shon, Roveri e Meneguel.

Na década de 1950, a atual área do Bairro Mauá chamava-se Vila Boqueirão, que nasceu com a apresentação, na prefeitura, de planta, perfis e memorial descritivo do bairro em 24 de janeiro de 1958. O projeto indicava que seria um loteamento tipo residencial popular, com área de lotes variando entre 250 e 500 metros quadrados. A aprovação dos lotes ocorreu em 1959 e as vendas começaram no ano seguinte.

As referências do Bairro Mauá são os conjuntos habitacionais criados pelo Banco Nacional de Habitação (BNH) e pela Cooperativa Habitacional do ABC. Em sua área também funcionavam as torres de transmissão das antigas rádios Cacique, de São Caetano, e 9 de Julho, de São Paulo.


Fonte e Fotos Antigas: Fundação Pró Memória de São Caetano do Sul


Share Button