bairro santa paula em são caetano do sul


MAPA (google)


FOTOS ANTIGAS

 

santa paula rua oswaldo cruz

avenida tijucussu antiga

escola bonifácio de carvalho em são caetano

rua nilo peçanha antiga


HISTÓRIA

As antigas vilas Industrial, Elekeiroz e Paula deram origem ao atual Bairro Santa Paula, oficializado pela prefeitura em 1968. No início do século passado, o local era isolado, pouco povoado, razão pela qual foi escolhido para receber o primeiro cemitério da cidade, em 1911. Foi construído em antigos lotes coloniais, ao lado da estrada que seguia de São Caetano para a Estação de São Bernardo (hoje Santo André) e mudou a paisagem rural do bairro.

A família mais antiga era a Garcia, ali estabelecida ainda no século 19. Seu sítio ficava junto ao Córrego do Moinho, entre os atuais bairros Santa Paula e Barcelona. José Mariano Garcia Júnior, nascido em 1872, passou a infância e a adolescência no sítio da família. Humberto Spinello, outro dos moradores mais antigos, residia numa casa na Rua Martim Francisco, construída em 1923. A família Veronesi também está presente desde o início do bairro. Arthemio Veronesi e seu pai, Valentim Veronesi, construíram casas no Santa Paula.

O loteamento começou na década de 1920 com o fazendeiro Gabriel Teixeira de Paula e Serafim Constantino. Quando ainda eram poucas as casas, chegaram a primeira padaria, a Triunfo, o primeiro açougue, de Antônio Veiga, e a primeira fábrica, a Casimira. A principal referência do bairro é a General Motors do Brasil, unidade inaugurada oficialmente na cidade em 1930.

A chegada da fábrica trouxe muito progresso ao bairro, como instalação de rede elétrica, aumento da população e abertura do mercado de trabalho, mas os melhoramentos urbanos aconteceram muito lentamente. Ainda no final da década de 1940, existiam várias chácaras no bairro. Ruas, hoje importantes, eram esburacadas e cheias de mato.

Húngaros, poloneses, iugoslavos, tchecos, alemães e lituanos se estabeleceram em grande número no Bairro Santa Paula, tanto que, em 1929, foi criada a Sociedade Teuto-Brasileira, atual União Cultural de São Caetano do Sul. Os italianos os chamavam de bichos d’água.

A vida esportiva girava em torno da Associação Atlética Saldanha da Gama, com sede na Avenida Goiás (ano de 1928). Seu rival era o Esporte Clube Vila Paula. O desenvolvimento do bairro foi incrementado, a partir da década de 1950, com as construções do Grupo Escolar Dom Benedito Paulo Alves de Souza, da Igreja São João Batista e com a constituição da Sociedade Amigos de Vila Paula, entidade que, nos anos 1960, lutou pela conscientização dos moradores, visando à construção de passeios públicos na Avenida Goiás. Nos anos 1970, a Avenida Goiás foi duplicada, gerando diversas desapropriações nos números pares da via.


Fonte e Fotos Antigas: Fundação Pró Memória de São Caetano do Sul


Share Button