Home / Projetos / VOCÊ SABIA?! / História de São Caetano do Sul

 

história da cidade são caetano do sul
História da Cidade: São Caetano do Sul vem escrevendo história desde a época em que João Ramalho fundou a Vila de Santo André, em 1553. Neste período, os bandeirantes exploravam o território brasileiro em busca de riquezas naturais. Foi assim que, no ano de 1671, Fernão Dias Paes Leme, conhecido como “O Caçador de Esmeraldas”, arrematou em leilão um sítio e o doou aos padres locais: surgiu então a Fazenda de São Caetano.

O município foi fundado em 28 de julho de 1877, por imigrantes italianos que formaram o Núcleo Colonial criado pelo Império Brasileiro. A emancipação político-administrativa começou a ser pavimentada em 1947, com o surgimento da Sociedade Amigos de São Caetano, criada para lutar pela autonomia do município, até então distrito de Santo André.

O extinto Jornal de São Caetano também foi um dos propulsores do movimento, personificado na figura de 95 líderes autonomistas. A mobilização gerou abaixo assinado composto por 5.197 assinaturas enviado à Assembleia Legislativa solicitando a realização do plebiscito, que culminou na emancipação, em 24 de outubro de 1948.

No dia 1° de janeiro de 1949, o então governador de São Paulo, Adhemar de Barros, homologou a criação da antiga fazenda em município. O primeiro prefeito, Ângelo Raphael Pellegrino, tomou posse em 3 de abril de 1949, junto dos 21 vereadores da primeira legislatura.

Apesar de estar intimamente ligada à fundação de São Paulo e Santo André, a colonização de Tijucuçu somente teve início na primeira metade do século XVII, quando Duarte Machado e Fernão Dias Paes Leme doaram uma porção de terras aos frades Beneditinhos, que iniciaram a fazenda São Caetano, para cultivo de feijão, arroz e mandioca.

Contudo, a expulsão dos jesuítas dos domínios Portugueses, em 1759, retardou o desenvolvimento da fazenda, somente reiniciado em 1877, quando o Governo Imperial adquiriu a propriedade para fundação de um núcleo colonial. Neste, foram introduzidos imigrantes Italianos, que se fixaram entre a antiga igreja de São Caetano de Thiène, construída pelos Beneditinos, e a estação da ferrovia São Paulo Railway.

São Caetano progrediu com rapidez, tornando-se em pouco tempo, um dos grandes centros produtores da província de São Paulo. A evolução político-administrativa acompanhou esse desenvolvimento passando de Distrito Fiscal (criado em 1901), a Distrito de Paz, em 1916, de São Bernardo do Campo e, posteriormente a Santo André.

O trabalho agrícola predominou nos primeiros anos, sobressaindo-se a cultura de videiras. Posteriormente, despertou o interesse pela exploração das terras argilosas, resultando o aparecimento de diversas olarias e, depois, o aparecimento da indústria cerâmica.

Situado entre a Capital e o Porto de Santos, posição estratégica na industrialização Paulista, em pouco tempo São Caetano tornou-se importante centro fabril, a partir da indústria Pamplona, vindo a seguir a fábrica de Formicida Paulista.

Quando foi elevado à categoria de Município, em 1948, foi acrescido a partícula “do Sul”, para diferencia-lo do Município São Caetano, no Estado de Pernambuco.

Fonte: IBGE